segunda-feira, 19 de agosto de 2013

Apontamentos... 2*

Estaríamos destinados a ficar juntos? Neste momento considero todas as opções válidas, se ele não está comigo é porque existe uma razão.
Lembro-me de ver o Diogo a correr na minha direcção e do médico dizer algo, mas não consegui perceber do que se tratava porque adormeci. 

Sinto alguém a beijar-me a mão. Abro os olhos e dou conta de uma pessoa sentada ao meu lado. Aquele rosto familiar fez-me voltar atrás no tempo, de novo… A sua mão tocava na minha, mas ele afastou-a logo quando os nossos olhares cruzaram-se. - Olá – Digo com um pequeno sorriso nos lábios, por vê-lo junto de mim.

- Olá… – A sua expressão preocupada desaparece, dando azo a um sorriso forçado.

- O que se passou? – Tento lembrar-me do que tinha acontecido, mas sem sucesso.

- Desmaiaste. 

Estou confusa e ele apercebe-se disso - Desmaiei? Como desmaiei, se isto é um processo simples?

- O teu coração imobilizou-se. 

- Isso quer dizer que…

- Sim, tiveste uma paragem cardiorrespiratória.

O pânico volta a inundar a minha mente - Como? Fizeram-me tantos exames e não detectaram nenhum problema no meu coração?

- Não sei o que aconteceu, aliás ainda ninguém sabe. 

- Mas tu não me deixaste morrer.

- Não. – O seu sorriso fingido desaparece e o médico fica sério.

- Eu sei… Tu prometeste. 

- Prometi? – Ele estava confuso - Desculpa, não estou a ver quando disse isso.

- Disseste-o há muito tempo… É normal não te lembrares, ainda estávamos no Congo. Tinha-te dito que estava com medo de morrer e simplesmente disseste que não irias permitir tal coisa. Foi o meu último pensamento antes de desmaiar. Estava a pensar em ti enquanto era espetada.

- Desculpa tudo o que te fiz Margarida. Não queria magoar-te…

- Chiu… Não digas nada… – Aproximo-me dele para tapar-lhe a boca - Foi o destino que quis que seguíssemos caminhos diferentes. Tu estás com a Bárbara e eu estou com o Eric. – Olho em redor do quarto para encontrá-lo – Onde é que ele está?

O sorriso de Diogo desaparece mal falo em Eric e ele volta a ficar sério. – Ele saiu para poderes descansar.

(Capítulo 10)

Sem comentários:

Enviar um comentário

Obrigada pela visita e pelo teu comentário :)
Responderei em breve.

Beijinhos,